surdez
reabilitação auditiva
Doença de Ménière
Vertigem
Comunicação com os doentes

Formação e Percurso Profissional​

A Dra. Fernanda Gentil concluiu em 1987 o Bacharelato em Audiometria pela Escola Técnica da Saúde do Porto, tendo em 1989 realizado um estágio em adaptação protética e reabilitação auditiva, na Widex, em Lisboa.

A 1 de abril de 1987 iniciou a sua atividade profissional como audiologista na Clínica ORLDr. Eurico Almeida. Licenciou-se em matemática aplicada – ramo de ciência de computadores, na Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, em 1996.

Em 2001 concluiu a Licenciatura em Audiologia na Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto.

Desde 2002 faz a coordenação do Centro de Reabilitação auditiva Widex do Porto.

Em 2008 terminou o Doutoramento em Ciências de Engenharia pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, com o tema “Estudo biomecânico do ouvido médio”.

É docente do curso de Audiologia, na Escola Superior de Saúde do Porto desde 2003 e colabora como orientadora e co-orientadora em teses de Mestrado e Doutoramento na FEUP.

Áreas de Intervenção

Surdez é a incapacidade de ouvir e poderá ser total ou parcial. Consoante o grau de perda auditiva, pode ser classificada em ligeira, moderada, severa, profunda ou total (cofose). A presbiacusia, é um tipo de surdez que é devida a alterações degenerativas da via acústica que na maior parte das vezes fazem parte do processo de envelhecimento do nosso organismo. Nos casos mais frequentes da surdez presbiacusia a utilização de prótese auditiva é o método mais recomendável e eficaz. A Clínica ORL Dr. Eurico de Almeida tem não só a tecnologia mais recente, como também assume um compromisso comum, no sentido de se superar para ajudar as pessoas com perda auditiva a adaptarem-se, através dos aparelhos auditivos que usam tecnologias mais próximas da audição natural, a uma vida melhor, ajudando-as a redescobrir a audição. O nosso principal objetivo é dar aos pacientes a oportunidade de desfrutarem de uma vida completa, ativa e gratificante, que não seja afetada pela perda auditiva, uma vez que os nossos aparelhos auditivos oferecem uma excelente qualidade sonora e compreensão da fala, em modelos discretos e duráveis.

reabilitação auditiva é o processo com o qual se podem minimizar as dificuldades auditivas e as consequentes limitações. O principal objetivo é tornar a fala o mais percetível possível e reduzir as barreiras de comunicação. A rápida intervenção e o estabelecimento de programas de reabilitação auditiva trazem benefícios na sua qualidade de vida e no seu desempenho profissional. Na Clínica ORL Dr. Eurico de Almeida temos a experiência adequada com casos semelhantes ao seu, que nos permite dizer que o iremos ajudar a melhorar a sua audição.

Doença de Ménière, o que é? Como tratar?

A doença de Ménière é um distúrbio caracterizado por ataques recorrentes de vertigem incapacitante (uma sensação falsa de movimento ou giro), perda de audição flutuante (nas baixas frequências) e barulho no ouvido (acufeno).

Os sintomas incluem súbitos ataques não provocados de vertigem incapacitante severa, náusea e vômito, geralmente seguidos de sensações de pressão no ouvido e perda da audição.

Deve-se proceder-se à realização de testes de audição e, por vezes, de ressonância magnética.

Uma dieta pobre em sal e um diurético podem diminuir a gravidade e a frequência das crises.

Medicamentos como meclizina ou lorazepam podem ajudar a aliviar os sintomas de vertigem, mas não previnem as crises. Em casos mais graves e persistentes o procedimento cirúrgico especifico poderá atenuar as crises de vertigem e ajudar a uma melhor qualidade de vida.

Vertigem, tontura, ou perturbações do equilíbrio são situações comumente observadas pelo médico otorrinolaringologista. São sempre situações importantes, seja qual for a sua causa real.

Três sistemas podem estar relacionados com estas patologias: sistema auditivo, sistema ocular e sistema propriocetivo. O sistema propriocetivo é um sistema extraordinariamente importante para o ser humano, que se inicia na planta do pé e veicula informações fundamentais até ao cérebro.

A todo o momento, olho direito, ouvido direito e metade direita do sistema propriocetivo estão a enviar informação para centros cerebrais de equilíbrio. Ao mesmo tempo a correspondente metade esquerda do corpo está a executar precisamente a mesma função através do envio para o cérebro de toda esta complexa informação.

Quando a informação oriunda da metade direita do corpo é semelhante aquela que vem da metade esquerda, habitualmente existe equilíbrio. Se não há um “match”, se as informações forem dissonantes, pode observar se qualquer uma daquelas situações patológicas, tontura vertigem ou ataque de queda.

Vertigem implica sensação de rotação do próprio ou do mundo que o rodeia, uma sensação de ”andar à roda”.
Tontura significa sensação de desequilíbrio corporal, sensação de cabeça leve como se tivesse bebido “uns copitos a mais”. Perturbação de equilíbrio significa habitualmente um ataque de queda. Todas estas situações têm enorme importância, podendo levar à total incapacidade para o trabalho.

Vertigem, tontura, ou ataque de queda, cada um pode ou não estar associado a outros sintomas como surdez ou zumbido.

A Vertigem Paroxística Posicional Benigna (VPPB) é o problema mais comum de ouvido interno, a causa mais frequente de vertigem ou desequilíbrio.

VPPB: Vertigem – desequilíbrio / ou tudo se move.
Paroxística – episódios repetidos e breves.
Posicional – determinados movimentos de cabeça e pescoço despoletam ou agravam os sintomas.
Benigna – não é uma ameaça para a vida, mas pode ser incapacitante.

O ouvido interno tem cristais de carbonato de cálcio ou otólitos ou otocónias, que contribuem para o equilíbrio e para os movimentos corporais normais. Quando estes otólitos se deslocam do seu local anatómico correto e migram para os chamados canais semicirculares dá a sensação que “tudo roda”.

zumbido dos ouvidos (acufeno), consiste num som que tem origem no ouvido e não no ambiente. O zumbido é um sintoma e não uma doença específica. O acufeno é muito comum – 10% a 15% das pessoas padecem de algum grau de zumbido.

O ruído, ouvido pelas pessoas com acufeno, pode apresentar-se sob a forma de zumbido, tinido, crepitação, apito ou sibilo e é frequentemente associado à perda de audição. Algumas pessoas ouvem sons mais complexos, que podem ser diferentes a cada momento. Esses sons são mais evidentes num ambiente tranquilo ou quando a pessoa não está concentrada em outra coisa. Dessa forma, o zumbido tende a incomodar mais quando a pessoa tenta adormecer. Entretanto, a experiência do acufeno é altamente individual. Algumas pessoas ficam muito perturbadas com os sintomas, enquanto outras acham-nos perfeitamente suportáveis.

Artigos Publicados

Disfunção do sistema vestibular o que é e como reabilitar

Disfunção do sistema vestibular: o que é e como reabilitar

A função do sistema vestibular é crucial para a nossa capacidade de manter o equilíbrio e a orientação espacial.

timpanosclerose-o-que-e-e-como-tratar

Timpanosclerose: o que é e como tratar

A timpanosclerose é caracterizada pela deposição de placas esbranquiçadas de tecido conjuntivo denso, sobre a membrana timpânica e estruturas do ouvido médio.

patologias-do-ouvido-interno-que-provocam-surdez-como-reabilitar

Patologias do ouvido interno que provocam surdez: como reabilitar

A Dra. Fernanda Gentil, audiologista na Clínica ORL, aborda as principais doenças e problemas do ouvido interno que podem levar à surdez.

doenca-de-meniere-das-causas-ao-tratamento

Doença de Ménière: das causas ao tratamento

A doença de Ménière, também chamada de hidropisia endolabiríntica, é uma doença do ouvido interno que afeta a audição e o equilíbrio.

patologias-do-ouvido-medio

Patologias do ouvido médio

O ouvido médio está inserido entre o ouvido externo e o ouvido interno. Separa-se do externo pela membrana timpânica e do interno pela janela oval.

otosclerose-o-que-e-e-como-deve-ser-tratada

Otosclerose: o que é e como deve ser tratada?

A otosclerose é uma patologia que resulta do crescimento anormal de osso no ouvido médio.