Psicologia Clínica

Melhore a sua vida

A psicologia clínica visa o ser humano. A melhoria da sua condição de estar e ser no mundo. Os impedimentos ao conforto e progressão derivam da doença do corpo, no sentido absoluto, físico e psíquico, e das interações com os outros e com o mundo. Neste sentido, a psicologia pretende integrar da melhor forma possível e com o máximo de compreensão e benefícios possíveis a vida de cada um! A possibilidade surge no diálogo do encontro e da procura, a psicologia é um caminho…

O equilíbrio e a flexibilidade mental são dois conceitos centrais na abordagem psicológica. O primeiro permite balancear entre felicidade e tristeza integrando-os num todo de experiências pessoais e sociais, sendo que o valor interno destes (felicidade e tristeza) tem o mesmo grau de exigência e importância, apenas diferem na sua agradabilidade ou falta dela e nas construções culturais que deles fazemos. A segunda, é a pedra de toque da capacidade para a ação motivada e motivadora, a aptidão de adaptabilidade constante, de seguir os extremos, sem padecimento pessoal e dos outros significativos.

A felicidade é então esta confrontação contínua da consciência, do ser eu, do ego. Dos constrangimentos que provocam a necessidade de gestão e avaliação continua do nosso conforto. Este conforto surge se nas abordagens ao mundo as ferramentas da psicologia clínica que potenciam a minha atividade estejam aptas à compreensão, ao sentimento e às ligações afetivas que tudo permitem.

A psicologia pretende a assunção do todo, a compreensão do mundo do individuo, no respeito pelas suas vontades e crenças. No entanto e como na maioria das vezes estas relações se deterioram por via do desacordo, é função da psicologia permitir o alargamento das visões para a promoção da riqueza individual do individuo e necessariamente da sociedade no seu todo. É uma atividade em acabamento contínuo porque de continuidade e progressão vive a personalidade e as suas opressões. Pretendemos que a via da saída seja sempre a saúde e não uma busca de normalidade demasiado exigente.

Marcar Consulta