Método de destruição de tecido gordo


O Coolsculpting é um método desenvolvido por cientistas da Harvard Medical School que observaram que as baixas temperaturas são capazes de modificar o volume do tecido gordo através da sua destruição - criolipólise. A gordura reage ao frio de modo muito particular e distinta da reação que se desenvolve nos músculos, ossos, nervos e vasos.



Criolipólise é o método de destruição de tecido gordo através da aplicação de frio. É uma alternativa não cirúrgica, não invasiva, confortável e segura de redução da camada adiposa do corpo. A criolipólise não é um método de perda de peso, mas sim de diminuição de volume. O resultado clínico da utilização do método de criolipólise avalia-se pela perda de centímetros.


Na maior parte dos tratamentos por criolipólise, recorre-se a um dispositivo especial em forma de copo ovalado aplicado contra a gordura a tratar.


A duração do tratamento varia, mas na maior parte dos casos situa-se entre 35 e 70 minutos. Quase sempre e no sentido de se obter simetria, os tratamentos são feitos em duas áreas. Por exemplo, tratam-se praticamente sempre os dois flancos e não um só: os dois braços ou as duas pernas. O que quer dizer que no final a duração do tratamento não é 35 ou 70 minutos, mas sim o dobro ou mais.


A máquina de Coolsculpting do laboratório Allergan (Califórnia, EUA) é a única no mundo aprovada pela Food and Drug Administration (FDA). A percentagem de complicações cutâneas causadas pela máquina Coolsculpting do laboratório Allergan é de 0,027%, enquanto que todas as outras máquinas causam problemas com muito maior frequência. Até ao momento, existe registo de cerca de seis milhões de tratamentos por Coolsculpting executados no mundo.


Os resultados individuais podem variar. Este não é um procedimento de perda de peso e não substitui uma dieta saudável e um estilo de vida ativo.

Coolsculpting